Covid-19

COVID-19

Adamantina e cidades da região do DRS de Marília avançam para a fase laranja do Plano SP

Sexta-feira, 05 de fevereiro de 2021

Última Modificação: 05/02/2021 14:52:30 | Visualizada 244 vezes


Ouvir matéria

As mais de 60 cidades ligadas ao Departamento Regional de Saúde (DRS) de Marília deixam a fase vermelha e avançam para a fase laranja do Plano São Paulo. A nova classificação passa a valer a partir deste sábado (6). O anúncio da progressão de fase foi feito no começo da tarde desta sexta-feira (5) pelo governador João Dória, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes. 

Desde o dia 18 de janeiro as cidades do DRS de Marília estavam na fase vermelha, de restrição máxima ao comércio. A progressão, segundo o governo estadual, se dá em razão das melhoras nos indicadores de casos e de internações hospitalares.

No anúncio de hoje, dez regiões paulistas progrediram de fase e apenas uma retrocedeu. Deixaram a fase vermelha as regiões de Barretos, Ribeirão Preto, Marília e Taubaté, que agora migram para a fase amarela. Já as cidades ligadas ao DRS de Presidente Prudente, das regiões da Grande São Paulo, Araçatuba, Baixada Santista, Campinas e Registro avançaram da fase laranja para a fase amarela. 

Fase laranja para as cidades do DRS de Marília e outras

Na etapa laranja, segundo define o governo estadual, funcionamento dos serviços não essenciais é limitado a até oito horas diárias, com atendimento presencial máximo de 40% da capacidade e encerramento às 20h. O consumo local em bares está totalmente proibido.

Atualmente, a venda de bebidas alcoólicas em lojas de conveniência só pode ocorrer entre 6h e 20h em todos os 645 municípios. Somente a partir da fase verde, a mais branda, é que essa comercialização poderá voltar a ser feita sem as restrições atuais.

Todos os protocolos sanitários e de segurança para os setores econômicos devem ser cumpridos com rigor. Prefeituras que se recusam a seguir as normas estabelecidas no Plano SP ficam sujeitas a sanções judiciais pelo governo estadual.

Na prática, para a cidade de Adamantina, a entrada da fase laranja não muda muita coisa no funcionamento do comércio e serviços locais, porque nesta semana entrou em vigor uma lei municipal, aprovada em junho do ano passado e promulgada na segunda-feira (1) pelo presidente da Câmara Municipal, com regras para a operação desses setores, com público presencial. Após a vigência da lei municipal, a Prefeitura editou decreto de regulamentação.

Fase amarela para as cidades do DRS de Presidente Prudente e outras

A fase amarela permite 40% de ocupação em academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais, com expediente de até dez horas diárias para restaurantes e 12 horas para as demais. O atendimento presencial deve ser encerrado às 22h em todos os setores. Nos bares, as portas fecham mais cedo, às 20h. Eventos que geram aglomeração, como festas, baladas e shows continuam proibidos.

 

Dados da pandemia

Com os dados epidemiológicos semanais divulgados nesta sexta, a média estadual passou de 347,8 para 343,7 novos casos por 100 mil habitantes. A taxa de novas internações foi de 51,9 para 48,3 a cada 100 mil habitantes, e as mortes ficaram praticamente estáveis, em 7,0 por 100 mil habitantes.

A pressão sobre o sistema hospitalar diminuiu mais uma vez, mas ainda exige acompanhamento ininterrupto. A média estadual de ocupação de leitos de UTI por pacientes graves de COVID-19 caiu de 69,9% para 67,2%, com 20 vagas a cada 100 mil habitantes.

O resumo com as informações sobre a reclassificação do Plano São Paulo e os indicadores epidemiológicos e de capacidade hospitalar de cada região estão disponíveis no link https://issuu.com/governosp/docs/20210205_coletiva_vff.

Fonte: www.leiaopovo.com.br

 Galeria de Fotos

 Veja Também

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Das 08:00 às 11:00 e das 13:00 às 17:00